TAROT – OS CÓDIGOS DA NARRATIVA

O Tarot é uma forma simbólica e arquetípica de representar aspectos imaginários das nossas mentes. As cartas compõem um conjunto de alegorias que demonstram e ilustram o funcionamento do processo narrativo.

O organograma cabalístico é um mapa mental enquanto o baralho de tarô é a decodificação simbólica da estrutura narrativa. Dois prismas complementares de um mesmo todo.

O baralho de tarot é composto por 78 lâminas ou cartas; estas, constituem uma maneira complementar e homóloga de demonstrar, com riqueza simbólica, o organograma da árvore da vida.

Utilizando-se das cartas do Tarot é possível criar, demonstrar e exemplificar qualquer narrativa que faça sentido à psique humana. Com apenas 78 representações simbólicas   decodifica-se toda a complexidade infinita da nossa imaginação!

Uma tirada de cartas funciona como um gerador aleatório de histórias verossímeis. O tarot utiliza, com perfeição, os nossos códigos cognitivos para criar enredos através de símbolos e arquétipos.

Cada lâmina contém, em si, a chave para acessar processos que emergem em nossas mentes quando contamos ou ouvimos histórias. Cartas tiradas em sequência são capazes de gerar tramas lógicas e familiares com início, meio e fim.

Isto faz do tarô um oráculo muito rico e uma ferramenta de autoconhecimento extraordinária!

As 22 cartas dos Arcanos Maiores representam aspectos mais amplos, abstratos e cosmológicos das histórias; tais como: o início, o controle, a escolha, a busca, a justiça, o desafio, etc.

As 40 lâminas dos Arcanos Menores (as cartas de 1 até o Ás) retratam virtudes, fraquezas, desafios e enredos antropológicos: a luxúria, o fracasso, o poder, o trabalho, a corrupção, etc.

Os 16 Arcanos de Corte e suas respectivas cartas reproduzem os arquétipos e personagens envolvidos nas narrativas.  São eles o Rei, a Rainha, o Valete e a Princesa.

A compreensão dos símbolos e arquétipos do tarô é uma valiosa ferramenta para o conhecimento de si próprio, já que permite a decodificação das histórias que contamos para nós mesmos. É um mecanismo para o entendimento dos nossos próprios processos mentais. Um verdadeiro mergulho no subconsciente da mente humana!

No próximo post pretendo abordar a relação do Tarot e da Kabbalah com o nosso processo criativo!

2 comentários em “TAROT – OS CÓDIGOS DA NARRATIVA

  1. Gostei imensamente de seus esclarecimentos. Muito interessante saber da relação do Tarot com a Cabala, nao sabia. Valeu!!!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Feliz em saber que você gostou Marize! Continue acompanhando! Muito obrigado!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close